8 características de um bom programador

8 características de um bom programador

Encontrar um programador talentoso e experiente é uma tarefa difícil. Com os orçamentos de restrição, torna-se ainda mais difícil encontrar uma equipe de programação decente que atenda suas expectativas. O processo de contratação torna-se mais complexo porque o rastreio do programador pelo seu conjunto de habilidades envolve testes de computador.

As grandes empresas oferecem grandes paycheques para atrair programadores talentosos, torna-se difícil para pequenas startups e pequenas empresas encontrar o talento nesses casos. Existem certos requisitos que um programador deve atender para funcionar de forma eficiente. Hoje, temos listados 10 características que cada programador tem.

1. Habilidades técnicas

Um dos erros comuns que o executivo de recursos humanos faz ao contratar um programador está olhando para a experiência de programação. Em vez de exigir um mínimo de 3 anos de experiência em programação C ++, uma equipe de contratação deve procurar uma pessoa que tenha adicionado mais números de novas linguagens de programação ao seu currículo nos últimos tempos. Você pode simplesmente verificar isso pedindo sua experiência com diferentes linguagens de programação. Sempre olhe para a imagem maior. As linguagens de programação mais antigas não são mais usadas ou praticadas na indústria.

2. Curva de aprendizado

A tecnologia está sempre evoluindo. É um processo interminável. Você deve procurar uma pessoa que esteja disposta a aprender novos idiomas. O conhecimento de programação atual de uma pessoa vai ficar desatualizado em alguns anos. É importante saber se o programador tem interesse em aprender novas linguas com os avanços e o desenvolvimento da tecnologia.

3. Depuração

A depuração é igualmente importante como a criação de um código. Um programador pode chegar à raiz do problema rapidamente apenas se ele tiver boas habilidades de depuração. Sempre contratar o programador que pode investigar seu próprio código e pesquisar as possíveis lacunas. Se um programador pode lidar com os erros em seu próprio código, ele é a pessoa certa para o trabalho.

4. Ambiente de trabalho

Alguns programadores precisam de silêncio completo enquanto codificam. Considerando que alguns preferem trabalhar no caos. As preferências pessoais dos programadores afetam sua capacidade de trabalho em grande medida. É importante que os programadores permaneçam produtivos a maior parte do tempo. Sua produtividade reflete na qualidade do trabalho. O time de contratação deve sempre perguntar ao programador sobre seu ambiente de trabalho ideal.

5. Habilidades de resolução de problemas

Criar um aplicativo está abordando um problema específico. É importante verificar a capacidade de resolução de problemas do candidato que se candidata ao trabalho do programador. A programação pode ser comparada com questões de matemática difíceis. Um bom programador sempre prospera em encontrar novas maneiras de fazer algo funcionar. Toda vez que você está tentando implementar novas idéias, você não quer ouvir ‘isso não pode ser feito’. Você sempre deve pedir um programador se ele pode criar uma nova tarefa para sua organização.

6. Paixão

Alguns programadores estão trabalhando por causa da vida, enquanto alguns codificam por causa do amor pela codificação. É importante conhecer o nível de paixão do programador. A paixão pela programação reflete na dedicação e, finalmente, no resultado. Os verdadeiros programadores são geeks de computador típicos que passam a maior parte do tempo em construir ou quebrar coisas. Embora a paixão não seja necessária, ela reflete no trabalho. Você deve perguntar aos seus candidatos sobre seus passatempos ou tempo de passagem favorito.

7. Habilidades de Comunicação

É óbvio que os programadores não são os melhores em falar com as pessoas. Mas, em alguns casos, os programadores precisam interagir com seus gerentes, co-wokers e clientes. Sua capacidade de se comunicar e interagir é muito importante em reuniões de clientes ou equipes. Você pode testar as habilidades das pessoas dos programadores de várias maneiras.

8. Preguiça

A preguiça pode parecer uma coisa ruim para a maioria das pessoas, mas quando se trata de programadores, é a vantagem. Os bons programadores geralmente têm uma abordagem preguiçosa. Estatísticas e pesquisas comprovam que a preguiça, a impaciência e a arrogância são as qualidades ideais para os programadores. As estatísticas mostram que a pessoa preguiçosa encontra a maneira mais rápida e eficiente de resolver um problema de programação.

 

Fonte: http://azure.efytimes.com/?p=542

Facebook Comments
Rate this post